Pular para conteudo principal

Notícias

Discussões sobre Jampa Digital movimentam sessão na ALPB

Publicado em 23 de julho de 2013

A sessão ordinária desta terça-feira (23) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) foi pautada por discursos dos deputados das bancadas de situação e oposição sobre investigação do desvio de recursos do projeto “Jampa Digital”, em João Pessoa. Os indícios de envolvimento do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) no esquema, teria sido denunciado pela Polícia Federal, e os recursos teriam servido para a campanha estadual de 2010.

23-7-13_AM_Sessão (112)

Deputados da oposição revelaram que irão estudar a possibilidade de instalar na Casa de Epitácio Pessoa uma Comissão Parlamentar
de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias. “Temos que fazer toda investigação inimaginável possível, por que um suposto esquema desta proporção tem que ser apurado pela Assembleia, não podemos deixar de fiscalizar”, disse o deputado Raniery Paulino, líder do PMDB na ALPB.

Já o líder da oposição, o deputado Anísio Maia (PT), disse que as denúncias são muito graves e não adianta a assessoria e o staff do governador tentar minimizar as acusações, desviando o foco com críticas a ação da mídia nacional e local e para a Polícia Federal. Outros deputados oposicionistas a deferem uma apuração rigorosa do caso foram: Carlos Batinga (PSC), Vituriano de Abreu (PSC), Daniela Ribeiro (PP) e Janduhy Carneiro (PEN).

Já os parlamentares de situação que defenderam o governador Ricardo Coutinho foram: Iraê Lucena (PMDB), Tião Gomes (PSL), 23-7-13_AM_Sessão (230)Hervázio Bezerra (PSDB), Jutay Menezes (PRB) e Lindolfo Pires (Democratas). A deputada Iraê Lucena disse que é preciso a população ficar atentar aos fatos, pois pode está ocorrendo uma grande articulação nacional do PT, através da grande mídia, para atacar o PSB, pelo fato do partido ter o governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) como pretenso candidato a presidência da República em 2014.

Segundo ela, na sexta-feira (19) e no sábado (20) a Rede Globo e a Folha de São Paulo denunciaram o governador Ricardo Coutinho. No domingo, a Folha criticou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). “Isto é muito estranho e a população precisa observar bem os acontecimentos, o que pode está acontecendo por trás destas denúncias e qual é o verdadeiro objetivo”, insinuou.

Hervázio Bezerra, que é líder da bancada da situação, seguiu o entendimento da peemedebista e lembrou que recentemente a revista Istoé centro fogo no PSB, tentando atingir o ex-governador São Paulo, Mário Covas. “Está claro que o endereço deste caso é o PSB. A Folha fez ataques diretos ao PSB, ao governador Ricardo e ao presidenciável Eduardo Campos, qualquer semelhança é mera coincidência”, disse.

23-7-13_AM_Sessão (250)Hervázio disse também que não irá fugir do debate, que leu o relatório da PF e não viu nada possa suspeitar do governador. “Ele foi citado minimamente no relatório, são só ilações. Não tem nada contra o governador. O fato de ser indiciado não significa que seja culpado”, declarou.

Lindolfo Pires também defendeu o governador Ricardo Coutinho e também associou ao caso uma suposta ação orquestrada do PT. “O PT tenta atingir o PSB, por que tem um presidenciável. A mesma coisa tanta fazer com o ministro Joaquim Barbosa, que tem o nome lembrado para presidente, e foi citado em reportagens comprando um apartamento nos Estados Unidos. Então, através de Ricardo o PT tenta atingir por tabela o PSB e Eduardo Campos”, disse.

Investigação – A Polícia Federal indiciou 23 pessoas por irregularidades no projeto Jampa Digital, uma rede que levaria internet gratuita para a população de João Pessoa. De acordo com a investigação da PF, os recursos do projeto foram desviados para financiar a campanha do atual governador da Paraíba, Ricardo Coutinho e do vice-governador Rômulo Gouveia.

O projeto tinha o objetivo de oferecer internet gratuita em vários pontos da capital paraibana. Ele foi anunciado em 2010, pelo então prefeito de João Pessoa e atual governador da Paraíba Ricardo Coutinho e pelo atual ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro (PP), que na época era secretário de Ciência e Tecnologia de João Pessoa.

 

Texto: Cristiano Teixeira
Fotos: Aguinaldo Mota

Multimídia

Imagens em alta resolução

23-7-13_AM_Sessão (230) 23-7-13_AM_Sessão (250) 23-7-13_AM_Sessão (112) 23-7-13_AM_Sessão (250)
≪ Voltar para a Agência de Notícias