Pular para conteudo principal

Notícias

Assembleia comemora 70 anos do Correio das Artes em Sessão Especial

Publicado em 17 de abril de 2019

170419 - 70 Anos do Correio das Artes - ©nyll pereira - 24A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quarta-feira (17), sessão especial em celebração aos 70 anos do Correio das Artes, suplemento cultural mensal do Jornal A União. O Correio das Artes é, atualmente, o suplemento literário mais antigo do país, publicado pela primeira vez em março de 1949. A solenidade aconteceu no Plenário Deputado José Mariz e foi proposta pela deputada Estela Bezerra.

Em toda a sua história, o Correio as Artes foi o espaço dedicado à publicação de textos dos mais importantes poetas, escritores e críticos, a exemplo de nomes como José Lins do Rêgo, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira e João Cabral de Melo Neto. Para a deputada Estela Bezerra, o suplemento é um forte elemento da identidade cultural, não só paraibana, mas principalmente nordestina e do país. “O Correio das Artes é o tipo de coisa que eleva nossa estima. Poder manter durante 70 anos um suplemento de literatura com conteúdo é motivo de celebração. A Casa de Epitácio Pessoa terá registrado nos seus anais que este suplemento completou 70 anos e foi reconhecido politicamente na história da nossa identidade cultural e política”, declarou a deputada Estela.

Criado com o intuito de integrar o movimento literário e artístico do país, o Correio das Artes foi visto como pioneiro em um novo tempo no jornalismo cultural e atua, nos dias de hoje, como vitrine da produção literária e artística da Paraíba. “Se a gente não celebrar os nossos sucessos eles não serão reconhecidos culturalmente e nem terão as devidas reverências de seu povo. Se a nossa aldeia não celebra aquilo que é necessário, ninguém vai ver o sentido universal que tem pra nós”, resumiu a parlamentar.

Para o deputado Anderson Monteiro, o Correio das Artes valoriza aquilo que é mais sagrado para um povo, que é a sua cultura. “Este suplemento é a prova viva da nossa cultura. São 70 anos de prestação de serviço a nossa Paraíba, que só tem a agradecer pela difusão da cultura. É louvável que o Correio das Artes tenha todos os méritos possíveis, através da Assembleia Legislativa e de toda a população”, afirmou o deputado.

O secretário de Estado da Cultura e presidente da Academia Paraibana de Letras (APL), Damião Ramos Cavalcante, disse que a literatura é, sobretudo uma psicoterapia coletiva e, segundo ele, partindo desse ponto de vista, não há no contexto da literatura paraibana remédio melhor que o Correio dos Artes. “Aniversário de um periódico significa quantos anos ele consegue se manter sendo impresso, para ser entregue em nossas mãos. O Correio das Artes é para nós uma coisa muito expressiva. Nossos parabéns ao Correio das Artes e espero que sua longevidade seja garantida pela admiração que nós temos por esse grande suplemento”, disse.

170419 - 70 Anos do Correio das Artes - ©nyll pereira - 13A presidente da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), jornalista Naná Garcês, afirmou que a Assembleia Legislativa, ao homenagear o Correio das Artes, registra na história da Paraíba a representatividade do suplemento, já que a Casa de Epitácio Pessoa representa o povo Paraibano. “Esse suplemento literário é muito rico e traz, além de texto, imagens. Fala de uma cultura paraibana para os paraibanos. É importante ressaltar que a cultura não morre e isso é importante manter. Fazer 70 anos com a diversidade que tem o Correio das Artes não é pouco e todos prezamos por essa manifestação cultural”, destacou a presidente da EPC.

A diretora de Mídia e Imprensa do jornal A união, a jornalista Albierge Fernandes, disse estar honrada com a oportunidade de presenciar a homenagem ao suplemento Correio das Artes, que começou a acompanhar a partir do processo de impressão. “Eu recebia todo o conteúdo pronto com os textos mais maravilhosos que pude ler e aquilo foi me encantando e a revista passou a ser uma pérola, uma joia naquele conglomerado que tem o jornal impresso, a gráfica e a editora”, pontuou. A jornalista parabenizou a deputada Estela Bezerra pela proposta e chamou atenção dos presentes para que seja mantida a valorização da cultura, através da comunicação paraibana.

O diretor do Correio das Artes, jornalista Willian Costa, também demonstrou alegria e honra por participar da homenagem prestada pelo Poder Legislativo ao suplemento. Willian lembrou a importância do Correio das Artes, além de ter sido reconhecido pela Associação Paulista das Artes, recentemente ter recebido Voto de Louvor da Academia Brasileira de Letras (ABL). “Essa homenagem prestada pela Assembleia Legislativa vem a se somar às homenagens prestadas pela Academia Paraibana de Letras (APL) e pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), todas muito significativas. Aqui na Assembleia estão os paraibanos e as paraibanas, então, é um reconhecimento da população paraibana ao Correio das Artes”, observou.

A Sessão Solene em comemoração aos 70 anos do Correio das Artes contou também com a presença do deputado Edmilson Soares; do vereador de Cruz do Espírito Santo, Jackson Peixoto; do cantor e compositor Milton Dornelas; do poeta, jornalista e ex-editor do Correio das Artes, Sérgio de Castro Pinto; da professora de Literatura do Instituto Federal da Paraíba, Letícia Pereira; do ex-superintendente do jornal A União, o jornalista Nonato Guedes; das escritoras Valéria Rezende e Letícia Palmeira; da presidente da Associação Paraibana Amigos da Natureza, professora Paula Frassinetti, além de alunos da Escola Estadual Olivina Olívia.

Multimídia

Imagens em alta resolução

170419 - 70 Anos do Correio das Artes - ©nyll pereira - 13 170419 - 70 Anos do Correio das Artes - ©nyll pereira - 24
≪ Voltar para a Agência de Notícias