Pular para conteudo principal

Notícias

Assembleia relembra trajetória política de Humberto Lucena

Publicado em 13 de abril de 2018

04A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta sexta-feira (13), uma Sessão Solene em homenagem póstuma ex-senador Humberto Lucena. A sessão, de autoria do deputado estadual Raniery Paulino em conjunto com a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), teve o objetivo reconhecer a trajetória pessoal e política do homenageado que presidiu o Senado Federal durante a Assembleia Nacional Constituinte, que elaborou a Constituição de 1988.

De acordo com o parlamentar, Humberto Lucena foi defensor de bandeiras e autor de postulados das grandes causas da Paraíba. “Diante dessa escassez de lideranças políticas nacionais que vivemos hoje, eu vejo a vida do ex-senador como uma grande referência a ser seguida. Esses 20 anos do falecimento representam muito mais que uma homenagem póstuma, são um chamamento às pessoas a terem uma consciência plena das suas representatividades. Dessa forma, Humberto Lucena, sem dúvida alguma, marcou época e história na política brasileira”, afirmou.

02Já a filha do homenageado, Iraê Lucena, agradeceu a homenagem da ALPB, através do deputado Raniery Paulino, e destacou que a ocasião serviu para relembrar as qualidades nobres durante o período de atividade política de Humberto. “Meu pai fez política com ética e paixão. Então, hoje, tivemos oportunidade de relembrar os momentos que ele vivenciou na vida com muita saudade dessa figura de homem público que está fazendo falta na nossa política”, finalizou.

Também participaram da solenidade o vereador Lucas de Brito; o deputado federal Benjamin Maranhão; o procuradora do Estado, Sanny Japiassú; o presidente do Sistema Correio de Comunicação, Roberto Cavalcanti; o ex-governador da Paraíba, Roberto Paulino; e o ex-senador Marcondes Gadelha.

Perfil

Natural de João Pessoa, Humberto Lucena se formou em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 1951. Pela Paraíba, assumiu os cargos de deputado estadual (1951-1959), deputado federal (1959-1971 / 1975-1979) e senador (1979-1998). Por duas vezes, foi eleito presidente do Senado Federal (1987-1989 / 1993-1995). Durante a elaboração da Constituição de 1988, foi autor da emenda que manteve o presidencialismo no Brasil, e da norma constitucional que prevê anulação da nomeação do funcionário público e a punição do nomeante, se não for por concurso público.

Multimídia

Imagens em alta resolução

05 02 04
≪ Voltar para a Agência de Notícias