Pular para conteudo principal

Notícias

Assembleia realiza sessão especial em alusão ao Dia Mundial do Alzheimer

Publicado em 3 de outubro de 2019 às 12:51

WhatsApp Image 2019-10-03 at 12.30.17 PMA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quinta-feira (3), sessão especial, em alusão ao Dia Mundial do Alzheimer, celebrado em 21 de setembro. Proposta pelo deputado Tovar Correia Lima, a sessão reuniu profissionais da saúde do estado, dos municípios paraibanos, médicos e especialistas para debater avanços em relação ao diagnóstico e tratamento da doença, bem como ouvir demandas do setor.

O Alzheimer, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, é um tipo demência que, na maioria dos casos se desenvolve em pessoas com mais de 60 anos. A patologia pode se caracterizar, inicialmente, com o esquecimento da realização de tarefas simples do cotidiano, a exemplo de atividades da rotina do trabalho, dificuldade em se comunicar, desorientação, entre outros.

O deputado Tovar Correia Lima lembrou que a Assembleia não deve se omitir de trazer à Casa temas que são relevantes para a saúde da população e ouvir de especialistas sugestões de políticas públicas para trazer agilidade no diagnóstico e acesso ao tratamento. “Nossa função é fazer dessa Casa uma caixa de ressonância, ou seja, um lugar de amplitude para que as pessoas que estejam nos locais mais longínquos, que na maioria das vezes não têm acesso sequer ao diagnóstico da patologia, possam sentir-se amparadas pelo poder Legislativo”, declarou o deputado.

De acordo com a Associação Brasileira de Alzheimer, a cada quatro segundos uma pessoa é diagnosticada com algum tipo de demência no mundo e 1,6 milhão de pessoas portam a patologia no país. De acordo com o deputado Cabo Gilberto, a atenção da família é fundamental no tratamento da pessoa diagnosticada.

O parlamentar entende que é dever da Assembleia atuar na educação e informação da população para saber como lhe dar com a patologia. “A Assembleia traz mais um tema de fundamental importância para a sociedade. Tenho um familiar com Alzheimer e sei como é complicado. De forma muito triste, a memória vai sendo prejudicada a cada dia. Com essa sessão especial, teremos encaminhamentos positivos para melhor tratarmos as pessoas”, ressaltou o deputado.

WhatsApp Image 2019-10-03 at 12.30.17 PM (2)De acordo com o deputado Trócolli Júnior, o tema é de interesse de toda a população paraibana e a Casa Epitácio Pessoa está de parabéns por não se furtar em debater sobre o Alzheimer e, acima de tudo, contribuir com a elaboração de políticas públicas que melhorem a qualidade de vida dos pacientes. “Quando participo de uma sessão como essa, tenho mais vontade, hoje com 52 anos, de servir ainda mais às pessoas que precisam de voz”, declarou.

A vice-presidente da Associação Brasileira do Alzheimer (ABRAz), a psicóloga Regina Neves, considera importante que o Poder Legislativo decida debater um tema tão relevante como o Alzheimer, devido à carência de políticas públicas para o idoso, principalmente o idoso com demência. “Precisamos de mais hospitais, casas de longa permanência bem estruturadas e o tratamento assertivo para a doença de Alzheimer na rede pública”, declarou.

Regina disse que a ABRAz realiza anualmente um fórum interdisciplinar para mostrar como se desenvolve a doença, como é feito o diagnóstico e como esse paciente deve ser tratado. “A ABRAz também disponibiliza um grupo de apoio às famílias e aos cuidadores para orientá-los sobre estratégias de tratamento da doença, da fase leve à fase avançada, além de um grupo informativo para disseminar informações sobre as complexidades do Alzheimer”, explicou a psicóloga.

Diretora do Departamento de Atenção à Saúde de João Pessoa, Tânia Maria Vieira, lembrou que o crescimento da população idosa no país, aliado ao crescimento da expectativa de vida, pode repercutir de forma negativa para segmento. “Se fizermos um comparativo, as pessoas estão vivendo muito mais, entretanto isso traz boas coisas, mas também coisas maléficas como as doenças crônicas degenerativas, entre elas o Alzheimer”, declarou.

Tânia Maria afirmou que o município de João Pessoa, através da Secretaria de Saúde, tem trabalhado na perspectiva de prevenção, promoção e cuidado da pessoa portadora da doença, através da Policlínica do Idoso, que funciona anexo ao Hospital Santa Isabel. “No local, o paciente, após avaliação da equipe da Saúde da Família, tem acesso a todo tratamento multidisciplinar”, completou.

A sessão contou também com a presença do ex-deputado Dunga Júnior; da delegada Vera Lúcia, da Delegacia do Idoso; além de representantes de associações e membros da sociedade civil organizada.