Pular para conteudo principal

Notícias

Assembleia entrega Medalha Dom Hélder Câmara ao Movimento do Espírito Lilás

Publicado em 30 de agosto de 2018 às 8:49

ALPB 3A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), em Sessão Solene nesta quarta-feira (29), homenageou o Movimento do Espírito Lilás (MEL) com a entrega da Medalha Dom Hélder Câmara, proposta pelo deputado Anísio Maia. A solenidade ocorreu no auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, dentro do seminário Diálogos Universidade e Movimento LGBT. Os deputados Luiz Couto, federal, e Estela Bezerra, estadual, também participaram da homenagem.

A entrega da honraria contou com a presença de várias entidades que lutam pelos direitos LGBT e com palestrantes de várias instituições de ensino superior, que debateram políticas públicas e o enfrentamento à LGBTfobia.

O deputado estadual Anísio Maia destacou a importância da homenagem como forma de fortalecer o respeito à diversidade humana. “Vivemos um momento em que a diversidade humana está sendo atacada, valores da humanidade são desprezados, com a cultura do ódio e da discriminação. Nesse sentido, é muito importante o movimento da Assembleia para resgatar valores humanos e promover o respeito à diversidade”, afirmou.

Anísio Maia lembrou, ainda, que a entrega da Medalha Dom Hélder Câmara ao MEL homenageia também Luciano Bezerra. “Luciano, que nos deixou precocemente, foi um dos precursores na luta contra a discriminação, deixando um legado que jamais será esquecido”, disse.

Já a deputada Estela Bezerra ressaltou que a homenagem vem acompanhada de uma legislatura que valorizou a diversidade de gênero. “A Assembleia legislou em prol da afirmação da cidadania desse segmento, com a lei que reconhece a identidade de gênero, a lei que obriga o Estado a usar um nome social na administração pública e a dos cartazes, por exemplo”, comentou.

ALPB 1O presidente do Movimento do Espírito Lilás, Eduardo Guimarães, agradeceu a homenagem da Casa de Epitácio Pessoa. “É um reconhecimento de mais de 25 anos de trabalho em torno de uma pauta que é parte fundamental dos direitos humanos, sobretudo no tocante à igualdade de gênero e diversidade sexual. É uma honra esse reconhecimento, em que muito se deve ao companheiro Luciano Bezerra”, declarou.

A vice-reitora da UFPB, Bernardina Freire, afirmou a importância do momento na discussão de políticas públicas para o movimento LGBT. “Nesse mundo misógino, homofóbico, discriminatório, temos de dizer que a universidade é contrária a toda forma de discriminação, dialogando com os movimentos e com os poderes legislativo e executivo”, completou.

O seminário Diálogos Universidade e Movimento LGBT reuniu palestrantes do Nordeste e de outras regiões do país, a exemplo do Centro-Oeste com a Universidade Federal de Brasília (UnB), e do Sudeste, com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Do Nordeste, vieram palestrantes da Universidade Federal de Sergipe (UFSE) e de Alagoas (UFAL).