Pular para conteudo principal

Notícias

Auto de Natal da Assembleia Legislativa chega a Cajazeiras nesta sexta-feira

Publicado em 20 de dezembro de 2018 às 23:15

201218 - Auto de Natal ALPB - ©nyll pereira - 14A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) promove, nesta sexta-feira (21), mais uma apresentação do Auto de Natal. Desta vez, o espetáculo será encenado  no município de Cajazeiras, no Sertão paraibano. A programação acontece, a partir das 20 horas, no pátio da catedral da cidade.

“Será uma apresentação especial voltada para toda a família. Nosso desejo é que todos se sintam contemplados com a belíssima apresentação. Queremos emocionar a todos, da capital ao Sertão”, afirmou o presidente da ALPB,  Gervásio Maia.

201218 - Auto de Natal ALPB - ©nyll pereira - 13Nesta quinta-feira (20), centenas de famílias prestigiaram a apresentação do Auto de Natal no Ponto de Cem Reis, na Capital.

O Auto de Natal “Bendito Fruto”, que tem texto de Samara Longo e direção de Daniel Porpino. A espetáculo narra a história do nascimento do menino Jesus.

Ao todo, são mais de 40 pessoas participam da  encenação.

Emoção do público - Com um clima regional, o espetáculo “Bendito Fruto” emocionou quem estava no Ponto de Cem Réis.

201218 - Auto de Natal ALPB - ©nyll pereira - 25A carreteira Gerlane Laurentino assistiu ao espetáculo pela primeira vez. Acompanhada das filhas Núria e Noélia, de 8 e 11 anos, ela não escondeu a emoção. “É uma história muito bonita, que faz a gente refletir sobre o real significado do  Natal. E a maneira encontrada para contar essa história está de parabéns”, comentou.

O auxiliar de serviços gerais Marcone Targino prestigia a programação natalina pela segunda noite consecutiva. “Gostei muito da apresentação da orquestra ontem e estou gostando mais ainda do teatro”, disse.

Já o arquiteto Wellison Barros parabenizou a Assembleia Legislativa pela iniciativa. “Além de ser um evento interessante para a época do ano, a Assembleia está de parabéns ao proporcionar cultura à população de João Pessoa e de outras localidades, tornando vivo o Ponto de Cem Réis”, concluiu.