Pular para conteudo principal

Notícias

Comissão de Meio Ambiente fará visitas técnicas ao Rio Jaguaribe e barreira do Cabo Branco

Publicado em 13 de março de 2019 às 12:45

WhatsApp Image 2019-03-13 at 10.06.53 AMA Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) se reuniu, nesta quarta-feira (13), e definiu estratégias de ações para os próximos meses. Na oportunidade, foi definido que a Comissão irá realizar visitas técnicas ao Rio Jaguaribe e a barreira do Cabo Branco.

“A proposta é que no dia 22 deste mês, que é o dia internacional das águas, façamos uma visita técnica à nascente do Rio Jaguaribe, para que possamos trabalhar pela revitalização do rio. Já em 05 de junho, dia internacional do Meio Ambiente, faremos uma visita técnica a Barreira do Cabo Branco. Temos que ter uma solução para o problema da barreira, que pode desaparecer”, disse o presidente da comissão, o deputado Moacir Rodrigues (PSL).

O deputado afirmou que a Comissão irá convocar o Governo do Estado, a prefeitura de João Pessoa, Governo Federal e o Ministério Público Federal (MPF) para participar das discussões sobre a revitalização do Rio e da barreira do Cabo Branco. “Não podemos deixar esses dois problemas caírem no esquecimento. Vamos acabar com o jogo de empurra-empurra e cobrar soluções efetivas”, disse.

Moacir Rodrigues também ressaltou que a principal preocupação da população paraibana é segurança hídrica e assegurou que a ALPB irá elaborar um plano de desenvolvimento para o Estado. “Essa será a meta da Paraíba, buscar o desenvolvimento e fortalecer todas as regiões da Paraíba”, afirmou.

Além do presidente Moacir Rodrigues, reunião contou com a presença dos deputados Jeová Campos, Galego Souza e Chió, que é vice-presidente da Comissão.

Chió defendeu a realização de um estudo técnico que possa mapear os setores produtivos nas mais diferentes regiões do estado e, desta forma, apresentar ideias que possam alavancar o desenvolvimento econômico da Paraíba. “Temos que pensar no desenvolvimento regional e territorial a partir da perspectiva da economia criativa, da agricultura familiar, da segurança hídrica. Temos que construir uma nova Paraíba”, pontuou Chió.